Flash Infos
Home » Ministério » Projetos

Projetos

A Utilização de Gás

Em Abril 2011 o Ministério anunciou que um Memorandum de Entendimento (MDE) foi aprovado e assinado em relacione á estrutura comercial da Serie 2 do Projeto Integrado de Gás Liquefeito Natural na Guiné Equatorial.

O MDE foi assinado por o Ministério de Minas, Industria e Energia , SONAGAS GE (a companhia petroleira nacional da Guiné Equatorial ),os parceiros dos Blocos O e I (Noble Energy, GEPetrol GE (outra companhia nacional da Guiné Equatorial), Glencore, Atlas Petroleum and Osbourne Resources Ltd.), os parceiros do Bloco R (Ophir Energy and GEPetrol GE),os acionistas de 3G Holding Ltd (Union Fenosa Gas and GALP Energia) e os parceiros de EGLNG Holding Ltd. (Marathon GE, Mitsui & Co. Ltd and Marubeni Gas Development Co. Ltd).

O MDE assinado relata o alinhamento dos produtores de gás , os proprietários da infraestrutura do gasoduto e os da Serie 1 de EGLNG pra desarolhar e implementar o Projeto da Serie 2, usando os recursos necessários pra acabar este Projeto. O FID planeado pra este projeto é 2013 com o primeiro GLN em 2017.

 

Refinaria

Em Abril do 2010, o Ministério de Minas , Industria e Energia anunciou os planes de construir uma refinaria de 20000 barris por dia em a cidade de Mbini , situada em a parte continental do pais. A refinaria será designada pra produzir Gasolina, Diesel, Jet A-1 e Combustível com a proposta primaria de facilitar as demandas internas com algum excesso do produto disponível para ser exportado aos mercados regionais locais. O KBR concedeu um contrato a Conceptual Design and Project Management Services a fim de produzir os programas conceptuais que formaram a base da fase de Engenheira, Aquisição e Construção do Projeto.

 

Terminal de Armazenamento de Petróleo Bruto

Em Agosto 2011, o Ministério assinou um acordo com uma companhia holandesa em relação com a construção de um terminal d´armazenamento ,processamento e

distribuição de petróleo bruto, os produtos de petróleo bruto importados fora da Guiné Equatorial e o petróleo bruto produzido na Guiné Equatorial para os mercados externos.

Projetos Petroquímicos

Em 2011 o MMIE deu a saber sobre a formação da REPEGE ( Revolução Petroquímica da Guiné Equatorial) para avaliar a possibilidade da criação de uma industria petroquímica em Guiné Equatorial. REPEGE as discussões com varias entidades para investigar os possíveis cenários para a utilização das reservas de gás localizadas ao largo da costa este de Bioko com fim de desarolhar uma industria petroquímica indígena,

AçãoShare on FacebookTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone